Exposição Renascentista

O Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo recebe, desde o dia 13 de julho, a exposição Mestres do Renascimento: Obras-primas Italianas.

A exposição já recebeu mais de 150 mil visitantes e é um sucesso estrondoso, tanto é que foi prorrogada por mais uma semana (até o dia 29 de setembro), de forma que mais gente possa visitá-la.

Trata-se de uma mostra única: 57 obras de um dos mais influentes e conhecidos movimentos artísticos da história, passando pelos séculos  XV e XVI, exatamente a época de transição entre a Idade Média e a Idade Moderna, fase que transformou o mundo para sempre.

O Renascimento marca a retomada dos preceitos da cultura clássica e o apogeu da arte italiana, valorizada por mestres como Rafael, Ticiano, Tintoretto, Sandro Botticelli, Leonardo da Vinci e Michelangelo.

A curadoria da exposição coloca como destaques as seguintes obras: Cristo Benedicente (Cristo abençoando), de Rafael; Morte di Lucrezia (Morte de Lucrecia), de Giovanni Bazzi dito Il Sodoma; Sacra Famiglia con una santa (Sagrada Família com uma santa), de Andrea Mantegna; Annunciazione de Giovanni Bellini, dentre outras obras-primas.

Por se tratarem de obras que estão em vários locais da Itália, é uma oportunidade única de ver, de forma reunida, tantas obras marcantes da época retratada.

Giovanni Bellini – Annunciazione

Crédito da imagem: Flickriver

Rafael – Ritratto di Elisabetta Gonzaga

Crédito da imagem: Wikipedia

Giovanni Girolamo Savoldo – Ritratto de gentiluomo com flauto

Crédito da imagem: Corriere

Rafael – Cristo Benedicente

Crédito da imagem: All Posters

Além de todo esse estímulo, o CCBB São Paulo ocupa o prédio construído em 1901 na Rua Álvares Penteado, 112, esquina com a Rua da Quitanda e comprado pelo Banco do Brasil em 1923. É lindo e vale a visita só pela arquitetura (mas ainda bem que tem muito mais). Como curiosidade, no subsolo ficam os cofres que serviam como caixa central do banco na época. Interessantíssimo!

Bom, vocês podem me perguntar o que isso tem a ver com Barbies. E eu respondo que absolutamente tudo: várias bonecas “viveram” na época do Renascimento.

Vejamos:

A Princess of the RenaissanceBarbie® Doll homenageia justamente o país e a época da exposição. Sou apaixonada por ela, adoro a maquiagem forte e os cabelos escuros.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Renaissance Faire Barbie®Doll vive na época do florescimento do Renascimento inglês, apesar das divergências a respeito dos movimentos renascentistas fora da Itália. De qualquer forma, adoro rosto, maquiagem e cabelos.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Da mesma época e local, a Princess of England Barbie®Doll, apresenta todos os elementos da veste renascentista: mangas bufantes, busto marcado e saia longa e muito rodada. Enfim, o retrato de uma época.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Outra que também “participou” do movimento foi a Princess of the Portuguese EmpireBarbie® Doll, com traje renascentista e belíssima.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Além dessas quatro, tem a Barbie que me inspirou a elaborar esse post, justamente por conciliar o tema Renascimento com a pintura e a homenagem à arte italiana.

Pois não poderia ser outra, Barbie® Doll Inspired by Leonardo da Vinci. 

Crédito da imagem: Barbie Collector

Além de possuir vários elementos da Mona Lisa, a Mattel elaborou uma doll linda e que possui o mesmo sorriso misterioso do quadro.

Como sabemos, a Mona Lisa fica no Louvre e por ser a obra de arte mais conhecida do mundo, conta com aparato de segurança fortíssimo, como vidros blindados, alarmes e seguranças treinados a postos e infelizmente, não pode ser retirada do Museu.

De qualquer forma, a visita à exposição é extremamente proveitosa!

Serviço:

CCBB – SP – R. Álvares Penteado, 112 – Sé, São Paulo,

13 de Julho 2013 a 29 de Setembro de 2013.

Segunda-feira 10:00–22:00

Terça-feira Encerrado

Quarta-feira a Sexta-feira 10:00–22:00

Sábado 08:00–22:00

Domingo 08:00–22:30

Ingressos grátis.

Depois de São Paulo, a exposição segue para Brasília. CCBB – DF – 12 de Outubro 2013 a 05 de Janeiro de 2014.

Anúncios