Celebridades “Barbie” no Globo de Ouro 2014

Na noite do último domingo (12/01/14), realizou-se em Los Angeles, a cerimônia de entrega dos Golden Globes (ou, Globo de Ouro, como chamamos aqui).

Com a presença de várias estrelas, de diferentes quilates, a festa reuniu a nata da TV e do cinema norte-americano.

O blog acompanhou o red carpet e aproveitou para focar nas celebridades que possuem forte relação com a Mattel.

Vejamos:

A atriz Jennifer Lawrence, que já foi base para as duas Barbies Katniss Everdeen (a segunda apresenta o molde próprio da estrela) não só compareceu como também recebeu o prêmio de melhor atriz coadjuvante por seu papel no filme “Trapaça” (“American Hustle”, no original em inglês).

Uma das queridinhas de Hollywood, a jovem foi vestida pela maison Dior, marca da qual é musa.

Crédito da imagem: US Magazine

Além disso, ela apareceu com o cabelo bem curto e loiro, visual completamente diferente daquele que inspirou a boneca.

Com a carreira já consolidada, a atriz saiu com mais um troféu para a estante:

Crédito da imagem: E! online

E se a carreira vai de vento em popa… Sobre o novo visual, ainda acho que ela fica mais bonita com cabelo comprido, ou bem loiro (como no filme “Inverno da Alma”), ou bem escuro, como na trilogia “Jogos Vorazes”.

A maquiagem está ok, mas ainda acredito que deixe ela bem mais velha. Já o vestido… Não gostei não. Além de “repetir” o modelo utilizado no Oscar do ano passado, o modelo não valoriza tanto a juventude ou o corpo dela.

O que vocês acharam? Daria para aproveitar o molde próprio da Mattel com esse cabelo e com essa maquiagem para uma boneca nos moldes da Jennifer Lopez red carpet?

Outra “boneca” da Mattel que estava presente na festa foi a übermodel e apresentadora Heidi Klum.

Ela é mais arroz de festa que qualquer outra pessoa e está sempre em todas as premiações.

Crédito da imagem: Red Carpet Fashion Awards

A modelo escolheu um longo Marchesa para desfilar sua beleza no tapete vermelho e não foi nada feliz. Horroroso. Na passarela nem achei tão ruim, mas acho que a estampa retrô combinado com o cabelo moderno e a maquiagem muito clean não ornou.

Eu definitivamente não compraria a boneca com o rosto dela e esse vestido. Felizmente, a Mattel lançou a Barbie Doll as Heidi Klum com outro vestido.

Outra que deu o ar da graça e já inspirou uma Barbie foi a Reese Witherspoon, cujo personagem na película “Legalmente Loira” também está no catálogo do Barbie Collector, como Barbie Doll as Elle Woods from Legally Blonde 2: Red, White and Blonde.

Crédito da imagem: Perez Hilton

Também achei que o traje não favoreceu muito. Cabelo muito simples (faltou um penteado), maquiagem super básica e esse tom de azul ficou parecendo uma Barbie playline. Bom, ao menos o corte desse modelo está perfeito. Mas não posso negar que esperava um pouquinho mais de capricho!

E vocês? Comprariam bonecas baseadas nesses looks? Ou a coleção Red Carpet da Barbie desse ano está muito melhor que a realidade dessas celebridades?

Anúncios

IV Convenção Barbie Brasil – A Casa dos Sonhos

A IV Convenção Barbie Brasil 2013 começou com uma apresentação da Paty Prisce e do Carlos Keffer (que foram super fofos e queridos durante todo o evento).

Crédito da imagem: Facebook Museu Encantado

Logo depois, o Carlos palestrou sobre o tema da Convenção: “As Casas dos Sonhos Através dos Tempos”.

E foi uma viagem mágica ao longo dos anos, mostrando a Barbie realizando o sonho da “casa própria” e as várias mudanças de endereço.

Conforme o telão mostrava as fotos das casas, cada colecionador lembrava aquela de sua infância, com a qual havia brincado ou apenas desejado através dos catálogos que vinham com as Barbies (meu caso).

Os suspiros, então, eram muitos, assim como as lembranças. Bons tempos!!!

O Carlos Keffer, de forma bem didática, resumiu bem e mostrou imagens de todas as casas da Barbie, além do contexto histórico de cada uma.

Palestra Carlos Keffer

Palestra Carlos Keffer

Em complemento ao que foi falado na palestra, foi montada uma exposição no lounge, com todas as diferentes casas que a Barbie já morou.

A Barbie, criada em 1959, só foi ter a primeira casa em 1962. Toda feita em papel duro, era composta por sala e quarto e já tinha detalhes fofos: armário, penteadeira, televisão embutida no rack e estante. Atenção para o porta retrato do Ken na estante e para o disco do Sinatra na mesinha de centro.

 

Casa de 1962

Casa de 1962

Anos depois, a Mattel criaria o Sinatra em forma de boneco, além de um giftset com a Barbie e o Sinatra. Ou seja, A Barbie sempre foi groupie do “The Voice”/”Blue Eyes”.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Crédito da imagem: Barbie Collector

Até se vestir igual ela já se vestiu.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Em 1963, foi lançado o Ateliê da Barbie, que era visitado pela Barbie juntamente com a amiga Midge, lançada naquele ano.

Ateliê da Barbie

Ateliê da Barbie

Em 1965, a prima mod da Barbie, Francie, também ganhava a sua casa, com vários elementos psicodélicos e coloridos, que mais tarde seriam utilizados na casa da Barbie também.

Casa da Francie

Casa da Francie

A Casa Divertida da Barbie, de 1970 e relançada em 1972, trouxe mais uma andar e 6 cômodos, para maior conforto da Barbie.

Casa Divertida da Barbie

Casa Divertida da Barbie

Aliás, amo esse Ken!

Ken e Barbie pegando um solzinho

Ken e Barbie pegando um solzinho

Já a Casa de Três Andares da Barbie marcou gerações. Foi o início das casas enormes, que ocupavam um espaço grande nos quartos das crianças que tinham o brinquedo.  Foi lançada em 1974 e vendida até 1979. Em 1984 foi relançada e em 1988 voltou a ser vendida.

Eu lembro de visitar amiguinhas e todas as Barbies e Kens ficarem sentadinhos dentro da casa.  Eu era obcecada com o elevador. 🙂

Casa de Três Andares da Barbie

Casa de Três Andares da Barbie

Já a Linda Casa Dobrável da Barbie (1996) supria bem quem não tinha tanto espaço assim em casa . Os assessórios já ficavam embutidos nas paredes e já demonstravam a tendência de diminuição de ambientes e de praticidade.

Casa Dobrável

Casa Dobrável

Contudo, como a Barbie não pertence ao mundo real e não precisa ser prática (ainda bem!), ela se muda para mais algumas casas ao longo desses anos e deixa por último a obra-prima da arquitetura: A Casa Dos Sonhos da Barbie, de 2012.

Essa Mansão é realmente enorme (só para caber o closet, precisa mesmo ser) e preenche o sonho de qualquer um (seja de carne e osso ou de plástico).

Dreamhouse - Casa dos Sonhos da Barbie

Dreamhouse – Casa dos Sonhos da Barbie

Conforme já disse nos posts anteriores, a série e toda a linha Life in the Dreamhouse foi o maior acerto da Mattel nesse século. Movimentou o mercado, criou desejo e preencheu um vazio da playline que já seguia por algum tempo.

Tanto é assim que agradou crianças e adultos.

Bom, esse é só mais um dos posts preparados especialmente em razão da Convenção. Espero que estejam gostando!

The Barbie Look Collection – 2014

Hoje a Mattel antecipou 4 bonecas que farão parte dos lançamentos em 2014, todas da linha The Barbie Look Collection.

As dolls estão bem caprichadas, me apaixonei por todas, mas em especial pela negra e pela loira de macacão azul bic.

Vamos dar uma olhada nos protótipos?

A loira de vestido pink pode parecer a mais comum e tem um “quê” de playline. Mesmo assim, tenho que dar a mão à palmatória e concordar que ela ficou bem bonita e nada infantil, apesar da cor escolhida.

Aqui, a The Barbie LookCollection – Pink Gown.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Já a morena de vestido verde piscina (para mim ainda parece azul) está com rosto e penteado muito bonitos, mas a roupa simplesmente não tocou meu coração.

The Barbie LookCollection – Green Dress lembra bastante inclusive, a morena de vestido de tricô off white da primeira leva da coleção.

Crédito da imagem: Barbie Collector

 

A The Barbie LookCollection – Gold Gown é maravilhosa!!!! Cabelo incrível, com vários tons de mel e dourado, em perfeita harmonia com o vestido. Quero para ontem!

Crédito da imagem: Barbie Collector

Por fim, a loira platinada é muito deusa! Amei a geometria da franja, combinada com o tipo de brinco escolhido, também geométrico.

Além disso, a roupa mais original é a dela. Acredito que a The Barbie LookCollection – Blue Jumpsuit arrasou!

Crédito da imagem: Barbie Collector

Em resumo, gostei de todas. Bonitas, com preço muito bom (19 dólares no Barbie Collector), menor do que as outras da mesma coleção começaram a ser vendidas. Na época, custavam 24 dólares. Quem sabe esse seja um sinal de mudanças e de posicionamento?

A opção por looks mais festivos é um pouco cansativa, porque sabemos que o guarda da roupa da Barbie já está repleto de vestidos longos e faltam looks do dia a dia, que são os meus favoritos.

Já o macacão roubou a cena, porque apesar de arrumado, é um visual mais moderno, perfeito para uma balada.

Se fosse para comprar agora, acho que escolheria a loirinha platinada e a negra. Tenho uma verdadeira queda por morenas, mas a roupa da Green Dress não ajudou tanto.

O que vocês acharam desse lançamento? Bom sinal para a linha 2014? Será que os preços vão voltar à realidade? Muitos questionamentos…

 

Completei a coleção LITD

Estou super feliz!!!!

Comprei a Barbie Life in the Dreamhouse Nikki Doll e completei todas as que eu queria da linha (Barbie e Ken não são minha prioridade).

 

Crédito da imagem: Barbie Collector

Agora é se preparar para a Convenção de Colecionadores, que começa no sábado!

Quem mais vai estar presente?

 

Stephen Burrows Alazne™ Barbie® Doll

A parceria da Mattel com o designer Stephen Burrows iniciou-se com a boneca Pazette e, até o momento, ainda não foi divulgado quantas dolls serão lançadas.

O renomado estilista,  que é conhecido pelo desenho revolucionário, foi o primeiro designer afro americano a obter reconhecimento internacional e, mesmo nos dias de hoje, ele recebe inúmeras homenagens e prêmios.

Dei uma olhada no site dele e não existe nenhuma atualização relevante desde 2011. O twitter pessoal também é bastante genérico e não apresenta novas coleções. Ao depois, descobri que ele não possui fundos para elaborar novas peças, apesar de várias tentativas não muito bem sucedidas nos últimos anos de retomar seu lugar na cena fashion.

Diante disso, a parceria já apresenta mais um aspecto de homenagem do que de relevância ou impacto que ele apresente como designer atuante, o que, a princípio, já é um pouco preocupante.

Stephen Burrows AlazneBarbie® Doll é um dos últimos lançamentos da Mattel para 2013.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Vamos à avaliação da doll?

Cabelo: difícil dizer alguma coisa. Pela foto dá para notar que é escuro. E só. Até mesmo imagens reais ainda não divulgaram o que existe por baixo do assessório de cabeça.

Corpo: Model Muse, com o braço direito flexionado e o braço esquerdo reto.

Rosto: Acho lindo o molde Pazette. Aliás, a Mattel poderia se decidir sobre a forma como vai chamar os diferentes moldes e uniformizar a esquematização disso. Cada hora o site passa uma informação sobre as dolls. Por isso é que tantos colecionadores discutem sobre os moldes de rosto. Simplesmente não há consenso. No Dolls Details da Alazne, a Mattel coloca como facial sculpt o nome de Stephen Burrows. Ou seja, a própria Mattel consagra o uso de uma forma e depois modifica o nome ao seu bel-prazer. Haja paciência!

Maquiagem: só vou repetir o que já foi muito falado: muito parecida com a Tribal Beauty. Aliás, para quem não liga para roupas, não teria o menor sentido adquirir ambas, em razão da semelhança entre as makes.

Numa postagem de hoje, o Igor do Model Muse Barbie, colocou imagens reais da doll e ainda mostrou diferenças do protótipo.  

Ao que parece, a Mattel se deu conta das reclamações dos colecionadores e tirou a pinta e o batom coral e pintou a boca com uma cor mais puxada para um rosa.

Ainda assim, acho que quem possui a Tribal Beauty não necessariamente vai adquirir a Alazne.

Roupa: Não gostei não. O corte é até bonito, mas não gostei nem do tamanho do paetê e nem da cor. A luva e o decote são até bonitos e imaginar essa roupa em um tecido nobre em uma cor decente dá até tristeza pelo que poderia ter sido. Infelizmente, acho que erraram no dress.

Assessórios: o Assessório de cabeça é estiloso, mas seria bom conhecer também o cabelo. A luva até que ficou bonita e as argolas são maravilhosas. Sapato também não dá para saber.

Conclusão: Não compraria. Acho bonita, mas não o suficiente para pagar o preço.  Dentre as Pazettes, a mais bonita é a própria Pazette original e eu também gosto muito da Holiday 2013.

Também pelo fato de só ser vendida pela internet, acredito que ainda demore bastante tempo para que ela se esgote.

E vocês? Colocaram a Alazne na wishlist?

2013 Holiday Barbie

A Mattel já lançou há algum tempo as Barbies que comemoram o Natal e a passagem do final de ano.

São três dolls da linha Holiday nas versões loira, morena e negra.

A 2013 Holiday Barbie Doll é a versão loira. Tem cabelos bem claros, ondulados e olhos muito azuis. O molde utilizado foi o Mackie e os lábios são vermelhos, assim como as unhas. Boneca bonita, mas nada excepcional.

A Mattel anda repetindo muito o tema loira usando batom vermelho. Eu comprei a Holiday de 2012 e tirando o traje, a de 2013 parece uma repetição do tema, com pouca variação.

 

Crédito da imagem: Barbie Collector

Já a morena, 2013 Holiday Barbie Doll − Brunette, que é vendida exclusivamente no KMart, apresenta maior variação dos modelos anteriores, a começar pelo cabelo. Ele não é exatamente castanho, mas sim de um tom do que chamam de “auburn”, ou seja, um castanho avermelhado.

 

Crédito da imagem: Barbie Collector

Além disso, a maquiagem dela também apresenta novidades, com um batom que não é vermelho, mas sim um melancia, muito mais jovial. As unhas parecem acompanhar essa cor.

Já a negra e uma das bonecas mais bonitas de rosto do ano. Amei o cabelo e a maquiagem, combinados com o novo molde. Fora a novidade frente aos outros anos, já que a Mattel costuma utilizar o molde Goddess para as bonecas afro americanas da linha comemorativa.

Crédito da imagem: Barbie Collector

O cabelo está bonito, a maquiagem perfeita e o molde Pazette valorizou bastante a doll.

Juro, acho que umas das dolls negras mais lindas de todos os tempos.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Crédito da imagem: Barbie Collector

 

Linda!!!

Pena que a roupa é tão porcaria que não justifique a compra. O vestido parece barato e não tem design nenhum – pelo contrário, é bem cafoninha. Conseguiu estragar a vontade que eu tinha de de adquirir as dolls.  Parece um papel alumínio enrolado na boneca, com detalhes imitando neve desses que criança faz na aula de recorte da escolinha.

Enfim, de um mau gosto tremendo, além de parecer barato e ser sem personalidade.

Eu entendo que a limitação do tema realmente restrinja um pouco a criatividade do designer (nesse ano, Judy Choi), que fica restrito a temas Natalinos (verde, dourado, vermelho) ou invernais (em razão do Hemisfério Norte e, portanto, prata, branco, etc). Ainda assim, esperava mais desse vestido. Tô errada?

E vocês? Gostaram de alguma? Possuem planos de comprá-las?

Alvin Ailey no Brasil

Alvin Ailey American Dance Theater, uma das principais companhias de dança do mundo,  retorna ao Brasil para apresentações no Rio de Janeiro e São Paulo.

Fundada em 1958 por Alvin Ailey, a Companhia de Dança preserva o legado da dança americana moderna, bem como a experiência cultural afro-americana. Reconhecido e premiado ao longo da vida, o dançarino,  coreógrafo e ativista  sempre apoiou e promoveu, através da dança, uma irmandade multi-racial, base do trabalho pioneiro apresentado até hoje.

 

Crédito da imagem: Portal Tábula Rasa

A turnê passará pela Cidade das Artes no Rio de Janeiro, de 11 a 15 de setembro (ou seja, faz sua estréia em solo brasileiro ainda hoje), e segue para São Paulo, no Credicard Hall, de 19 a 22 de setembro

Crédito da imagem: Tour En L’Air

E o que esta “pílula cultural” está fazendo em um blog sobre Barbie?

Bem, não pude deixar de relacionar com a Barbie Alvin Ailey, uma das mais belas parceria lançadas pela Mattel.

 

Crédito da imagem: Flickr Diva Luw

É uma linda Mbili, com articulações em todo o corpo, para representar bem o corpo da companhia, composto por maioria negra. Além disso, ela veste o figurino da principal coreografia da companhia: Revelations.

Crédito da imagem: Alvin Ailey

Sou apaixonada por essa doll, que está há tempos na minha wishlist.

Crédito da imagem: Barbie Collector

 

Conhecendo a história da Alvin Ailey American Dance Theater, valorizo ainda mais o empenho da Mattel em dar maior reconhecimento à manifestação cultural tão interessante.

E vocês? Gostam da boneca? Têm interesse em assistir o espetáculo?

 

Serviço:

RIO DE JANEIRO

11 de setembro, quarta-feira, às 21h

12 de setembro, quinta-feira, às 21h

13 de setembro, sexta-feira, às 21h

14 de setembro, sábado, às 17h

14 de setembro, sábado, às 21h

15 de setembro, domingo, às 16h

15 de setembro, domingo, às 20h

Onde: Cidade das Artes – Avenida das Américas, 5300 – Barra da Tijuca
Mais informações: 4003-5588

 

SÃO PAULO

19 de setembro, quinta-feira, às 21h

20 de setembro, sexta-feira, às 21h

21 de setembro, sábado, às 17h

21 de setembro, sábado, às 21h

22 de setembro, domingo, às 16h

22 de setembro, domingo, às 20h

Onde: Credicard Hall – Av. das Nações Unidas, 17955, Santo Amaro
Mais informações: 4003-5588