IV Convenção Barbie Brasil – Mesa Redonda com Fabrício Longo e Convidadas

Ainda no sábado (16/11), os colecionadores foram brindados com uma mesa redonda com Fabrício Longo e duas convidadas, Ana Bouhid e Marcela Tavares, cujo tema era “Estrela da Mídia do Fã Clube ao You Tube”.

Crédito da imagem: Facebook Museu Encantado

Um dos grandes conhecedores da Barbie, Fabrício mostrou como a Barbie teve sua trajetória marcada pela tecnologia, adaptação aos tempos modernos, inventividade e criatividade, razões porque ela nunca envelhece.

Crédito da imagem: Facebook Museu Encantado – Fabrício mostrando ao Bill Greening sua Barbie #1

Fabrício contou também que o ponto alto de sua “vida virtual” foi quando Barbie respondeu um tweet seu dizendo que havia corado com uma homenagem do brasileiro.

Enfim, um ótimo painel que convenceu a todos os presentes que a Barbie, superou o fato de ser boneca, e tem personalidade própria, fato reforçado pela própria forma como suas redes sociais são manejadas.

Tanto é que ganhou reality show (tema da Convenção), é tratada no Facebook como figura pública e considerada pela revista TIME um dos personagem ficcionais mais importantes da história.

Muito esclarecedora e interessante a forma de abordagem do tema, que relembrou inclusive a jogada de marketing da Mattel quando o Ken foi “chutado” e trocado pelo surfista australiano Blaine (muito gato, por sinal) e o quanto foi importante a participação pública quando o Ken decidiu reconquistar a Barbie.

Anúncios

IV Convenção Barbie Brasil – Homenagens

Uma parte particularmente emocionante para todos os colecionadores foi a seção de Homenagens do Barbie Brasil 2013.

Esse ano, foi escolhida a Samira Moratti, autora do My Barbie Doll, blog referência quando se trata de pesquisa e notícias relacionadas ao mundo Barbie.

Crédito da imagem: Facebook Museu Encantado

Achei a homenagem merecidíssima. Dedicação, comprometimento e conhecimento fazem toda a diferença e melhoram perceptivelmente a qualidade dos posts.

Juntamente com ela, o André Santiago, que também colabora com o site, recebeu o reconhecimento da própria Samira.

Crédito da imagem: My Barbie Doll

Além deles, o Alexandre Campos Bittencourt, autor de vários blogs (inclusive o Kens Klub) e que faleceu no começo do segundo semestre, também foi lembrado e homenageado.

Homenagem ao Alexandre Bittencourt

Homenagem ao Alexandre Bittencourt

Não pude deixar de fora das homenagens a Midge, que faz 50 anos em 2013 e foi lembrada durante a Convenção.

Essa amizade vale mais que ouro e nasceu há muitos anos!

Crédito da imagem: Barbie Collector

Não é demais que uma amiga permaneça ao lado por tantos anos?

Crédito da imagem: Barbie Collector

 

Inclusive esse vídeo foi transmitido na Convenção. Muito fofo!

http://www.youtube.com/watch?v=amHtQ8Z0Q4k

Muito bacana a lista de homenageados da Convenção, não?

IV Convenção Barbie Brasil – A Casa dos Sonhos

A IV Convenção Barbie Brasil 2013 começou com uma apresentação da Paty Prisce e do Carlos Keffer (que foram super fofos e queridos durante todo o evento).

Crédito da imagem: Facebook Museu Encantado

Logo depois, o Carlos palestrou sobre o tema da Convenção: “As Casas dos Sonhos Através dos Tempos”.

E foi uma viagem mágica ao longo dos anos, mostrando a Barbie realizando o sonho da “casa própria” e as várias mudanças de endereço.

Conforme o telão mostrava as fotos das casas, cada colecionador lembrava aquela de sua infância, com a qual havia brincado ou apenas desejado através dos catálogos que vinham com as Barbies (meu caso).

Os suspiros, então, eram muitos, assim como as lembranças. Bons tempos!!!

O Carlos Keffer, de forma bem didática, resumiu bem e mostrou imagens de todas as casas da Barbie, além do contexto histórico de cada uma.

Palestra Carlos Keffer

Palestra Carlos Keffer

Em complemento ao que foi falado na palestra, foi montada uma exposição no lounge, com todas as diferentes casas que a Barbie já morou.

A Barbie, criada em 1959, só foi ter a primeira casa em 1962. Toda feita em papel duro, era composta por sala e quarto e já tinha detalhes fofos: armário, penteadeira, televisão embutida no rack e estante. Atenção para o porta retrato do Ken na estante e para o disco do Sinatra na mesinha de centro.

 

Casa de 1962

Casa de 1962

Anos depois, a Mattel criaria o Sinatra em forma de boneco, além de um giftset com a Barbie e o Sinatra. Ou seja, A Barbie sempre foi groupie do “The Voice”/”Blue Eyes”.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Crédito da imagem: Barbie Collector

Até se vestir igual ela já se vestiu.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Em 1963, foi lançado o Ateliê da Barbie, que era visitado pela Barbie juntamente com a amiga Midge, lançada naquele ano.

Ateliê da Barbie

Ateliê da Barbie

Em 1965, a prima mod da Barbie, Francie, também ganhava a sua casa, com vários elementos psicodélicos e coloridos, que mais tarde seriam utilizados na casa da Barbie também.

Casa da Francie

Casa da Francie

A Casa Divertida da Barbie, de 1970 e relançada em 1972, trouxe mais uma andar e 6 cômodos, para maior conforto da Barbie.

Casa Divertida da Barbie

Casa Divertida da Barbie

Aliás, amo esse Ken!

Ken e Barbie pegando um solzinho

Ken e Barbie pegando um solzinho

Já a Casa de Três Andares da Barbie marcou gerações. Foi o início das casas enormes, que ocupavam um espaço grande nos quartos das crianças que tinham o brinquedo.  Foi lançada em 1974 e vendida até 1979. Em 1984 foi relançada e em 1988 voltou a ser vendida.

Eu lembro de visitar amiguinhas e todas as Barbies e Kens ficarem sentadinhos dentro da casa.  Eu era obcecada com o elevador. 🙂

Casa de Três Andares da Barbie

Casa de Três Andares da Barbie

Já a Linda Casa Dobrável da Barbie (1996) supria bem quem não tinha tanto espaço assim em casa . Os assessórios já ficavam embutidos nas paredes e já demonstravam a tendência de diminuição de ambientes e de praticidade.

Casa Dobrável

Casa Dobrável

Contudo, como a Barbie não pertence ao mundo real e não precisa ser prática (ainda bem!), ela se muda para mais algumas casas ao longo desses anos e deixa por último a obra-prima da arquitetura: A Casa Dos Sonhos da Barbie, de 2012.

Essa Mansão é realmente enorme (só para caber o closet, precisa mesmo ser) e preenche o sonho de qualquer um (seja de carne e osso ou de plástico).

Dreamhouse - Casa dos Sonhos da Barbie

Dreamhouse – Casa dos Sonhos da Barbie

Conforme já disse nos posts anteriores, a série e toda a linha Life in the Dreamhouse foi o maior acerto da Mattel nesse século. Movimentou o mercado, criou desejo e preencheu um vazio da playline que já seguia por algum tempo.

Tanto é assim que agradou crianças e adultos.

Bom, esse é só mais um dos posts preparados especialmente em razão da Convenção. Espero que estejam gostando!

Tailored Tuxedo Ken

Também em agosto, a Mattel lançou o Tailored Tuxedo Ken. Trata-se de boneco disponível para compra apenas por membros do Barbie Fan Club, de forma exclusiva e limitado a apenas um por inscrito.

Desenhado por Robert Best, o Ken veste um tuxedo, ou melhor um traje white tie, mais formal que o black tie.

O Ken veste um casaco curto com lapelas em tecido brilhante, calça do mesmo tecido do casaco, camisa branca, colete branco e gravata branca, com sapatos que dão o efeito envernizado.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Minha opinião? Nada de mais.

O boneco tem como ponto favorável um cabelo diferente, com uns fios grisalhos que dão um charme extra.

Mas me incomoda o fato do Robert Best ter colocado uma pinta na testa à sua imagem e semelhança. Achei que faltou um pouco de humildade ao designer.

 

Crédito da imagem: AMCTV blog

Enfim, o Ken não deixa de ser um clássico, que vai acompanhar bem a Barbie em eventos mais formais.

Vocês gostaram?

FAO Schwarz Barbie® Doll

A FAO Schwarz, ou simplesmente FAO, é a loja de brinquedos mais conhecida do mundo.

Instalada na mítica esquina da 5ª. Avenida com o Central Park (num corner que junta, dentre outras, a loja da Apple, a Henri Bendel, o Plaza Hotel, etc), a FAO conseguiu catapultar sua localização e o fato de vender sonhos em uma das cidades mais envolventes do mundo para fazer seu negócio prosperar.

Entre altos e baixos, ameaça de fechamento, crise e retomada do business, a FAO sempre fez parte do imaginário das crianças americanas e até do mundo todo (e nesse aspecto Hollywood não me deixa mentir).

No filme “Quero ser Grande” (BIG), Tom Hanks, ainda antes de atingir a consagração pela crítica, dança sobre o famoso piano, que detém o recorde de ser o maior do mundo.

E se no filme eles dançam usando sapatos, na loja de verdade sempre está lotado de gente querendo brincar, só se sobe no piano de meias ou descalço, o tempo de uso é limitado e deve ser dividido com outras pessoas e o piano agora fica no 2º. andar da loja e não mais no térreo.

De qualquer forma, essa cena é adorável e dá para ver ao fundo as famosas pelúcias alemãs em tamanhos gigantescos vendidas por lá. Imagino o quanto os atores devem ter trabalhado até atingir a perfeição da música!

Diante de tudo isso, nada mais justo que homenagear a loja que vende enorme variedade de brinquedos com uma Barbie Collector, certo?

Depende.

Os 150 anos de fundação da FAO (1862) foram comemorados em 2012 e devidamente retratados pela FAO Schwarz 150th Anniversary Barbie® Doll, que trazia a boneca vestida de soldadinho, conforme os “porteiros” da loja. Bacana a iniciativa, a boneca era bem fofa e ainda aparecia em uma pose inédita.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Tive a sorte de ganhá-la da minha irmã, que visitou Nova York no final do ano passado.

Pois bem. Imaginei que a boneca se esgotaria rapidamente, até por ter a venda bem restrita.

Ledo engano. Já em abril desse ano, ao entrar na FAO o cliente se depara com uma verdadeira pirâmide de Barbies. Estranhei, mas enfim!

Mas como nenhuma iniciativa parece suficientemente explorada pela Mattel, no segundo semestre de 2013 é lançada uma segunda versão para a mesma boneca, FAO Schwarz Barbie® Doll com apenas uma diferença: a cor dos cabelos, agora castanhos.

Precisa comentar algo?

Crédito da imagem: Barbie Collector

Gente, as bonecas são exatamente iguais… Nem a maquiagem diferente! Ora, se fosse para ser uma versão morena, por qual motivo não foram lançadas em conjunto? Isso tá com jeito de preguicinha…

Cadê o esforço, a originalidade, a criatividade? Hein, d. Linda Kyaw?

Antes tivessem feito um Ken belíssimo, moreno, com uma roupa de soldadinho de chumbo.

Crédito da imagem: FAO

Aí sim, valeria a pena comprar dois bonecos com o mesmo tema. Essa doll só me deixa com vergonha da Mattel. Mesmo porque já não sou muito fã do molde Carnaval.

Enfim, qual a opinião de vocês? Acharam que a designer realmente estava com sono?

Barbie na lista da Time

A revista Time, uma dos veículos de informação mais respeitados internacionalmente e conhecida por divulgar listas anuais das pessoas mais influentes do mundo, recentemente apresentou uma novidade: lançou uma lista das pessoas/personagens mais influentes que nunca viveram (The TIME 100 Most Influential People Who Never Lived).Essa lista reconhece a influência que vários seres ficcionais exercem/exerceram em nossas vidas. Na lista, foram incluídos Homer Simpson, Superman, Sherlock Holmes, Indiana Jones, Romeu e Julieta, dentre outros. Barbie também garantiu seu lugarzinho no rol, que não tem ordem de colocação por importância.

 
Barry Lewis / In Pictures / Corbis
Barry Lewis / In Pictures / Corbis

A reportagem reconhece que a Barbie já foi de todas as raças, teve os mais distintos tons de pele e  mais de 40 nacionalidades.

Com relação à carreira, teve mais de 130 (!!!) profissões, valendo dizer que nos anos 60 a Barbie “foi à Lua” quatro anos antes de Neil Armstrong.

A TIME enumerou também todos os automóveis utilizados e até mesmo o namoro iô-iô mantido com o Ken, uma das maiores jogadas publicitárias já realizada no mercado de brinquedos .

A base de fãs e a influência que ela exerce desde sua criação, em 1959, são inegáveis: mais de 1 bilhão de bonecas já foi comprada em mais de 150 países; mais de 7,6 milhões de likes no Facebook e mais de 150.000 seguidores no Twitter.

Um dos brinquedos mais controversos de todos os tempos, a Barbie ainda que muito criticada, tem como legado ter modificado o significado da palavra “doll” para todas as gerações posteriores ao seu nascimento.

Se antes as meninas só brincavam com bonecas bebês, o que resumia qual seria o papel delas na sociedade – ser mãe, a Barbie replica o comportamento da vida adulta e apresenta as mais diversas possibilidade, justamente em uma época marcante justamente por trazer à tona a importância da mulher e de sua liberdade de escolha.

Desde a vestimenta, as inúmeras possibilidades de profissão, as várias etnias e até mesmo o ensinamento que nenhum sonho é impossível, a Barbie sempre foi a representação de uma mulher de vanguarda, que tem nas mãos o próprio destino.

A revista foi lançada em Julho nos Estados Unidos e já está sendo vendida em bancas e livrarias pelo Brasil.

Novidades Playline – Life in the Dreamhouse

Na linha playline, a Mattel também vem trazendo, aos poucos, novidades.

Na linha normal, o Barbie Life in the Dreamhouse Ken®Doll está exatamente igual ao que aparece na web série. Achei fofo! Esse Ken complementa a linha, que já foi tema de post do blog, que já tinha Barbie, Midge, Nikki, Teresa, Raquelle e Summer.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Já vi esse Ken à venda nas lojas Ri Happy de São Paulo.

Além dele, foi apresentada oficialmente a linha “Talkin’”. São três bonecos da Life in the Dreamhouse, só que todos podem gravar vozes e sons, e repeti-los com a própria voz. Além disso, todos reproduzem frases icônicas do seriado.

A primeira foi a Barbie Life in the Dreamhouse Talkin’ Barbie® Doll.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Tenho dúvidas de como deve ser o corpo e por onde sai a voz, mas achei que deve ter grande apelo entre as crianças mais novas.

Eu sei que, por posicionamento e até mesmo mercado entre crianças, a Barbie costuma usar  variações de pink, mas me cansa bastante essa repetição e insistência.

Se o ponto é marcar uma personalidade doce e feminina, seria interessante trabalhar com outras cores, como lilás, bege, nude, cinza claro, e tons pastéis em geral. Não descaracterizaria a boneca e sairia um pouco da mesmice.

Enfim, achei melhor que a da linha normal, mas ainda assim não me agradou o suficiente para entrar na wish list. Next!

O lançamento da Barbie Life in the Dreamhouse Talkin’ Raquelle®Doll já demonstra que a personagem está ganhando espaço como contraposição à Barbie, o que é bem interessante por si só.

 

Crédito da imagem: Barbie Collector

Essa versão não me agradou muito.

Achei o vestido mediano, mas o ponto alto são as open boots e a clutch que imita croco.

Por fim, temos o Barbie Life in the Dreamhouse Talkin’ Ken®Doll.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Adorei o Ken! Achei lindo, super bem-vestido, moderno e ainda tem um relógio bem bacana. Compraria fácil.

Mas esperem, não é só! (Polishop feelings)

Os duos de dolls também foram lançados e estão bem interessantes.

O primeiro é o da Barbie com a Midge, o Barbie Life in the Dreamhouse Barbie® and Midge® 2-Pack.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Barbie: mais do mesmo. Pelo menos o penteado dela mudou e  cabelo está preso.

Midge: achei essa versão linda, mas é exatamente igual à anterior. O vestido é um pouquinho cafona, mas amei sapato, bolsa, pulseira de lacinho e tiara. Se fosse para comprar, seria por isso.

Já o Barbie Life in the Dreamhouse Raquelle® and Summer® 2-Pack tem muito mais apelo.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Ambas apresentam moldes diferentes da primeira versão, o que já as torna muito interessantes.

Ao mesmo tempo, as roupas marcam a personalidade, mas dentro da mesma proposta, e estão diferentes das anteriormente lançadas.

Raquelle: rosto com sorrisão, batom vermelho e roupas que mostram o quanto ela é moderna e vanguarda.

Summer: molde distinto, polaina – que eu amei – roupa muito bacana e que combina com a anterior.

Para quem for falar que elas têm os rostos já apresentados em outras linhas, dou uma boa razão para a aquisição: cílios enraizados.

Outra vantagem em relação ao outro duo, é o fato de segurarem cafés e não sacolinhas vagabundas de papel.

Muito bem pensado!

Para finalizar, foi lançada a Barbie®Dreamhouse®, com tudo que se pode sonhar na casa de uma boneca!

 

Crédito da imagem: Barbie Collector

A única coisa não tão boa é que o preço está bem salgado.

E vocês? O que acharam do resto da coleção Life in the Dreamhouse?