IV Convenção Barbie Brasil – Show Room e Compras – Parte 2

Conforme eu havia dito ontem, irei continuar a saga das compras e aquisições na Convenção.

Pois bem! Fiz as compras na manhã do domingo, dia 17 de novembro e permaneci nas atividades programadas da Convenção.

Enquanto almoçava com outros colecionadores, comentei a parte do cartão da minha tia. Bom, a reação foi uníssona: todos concordavam que eu deveria comprar algo, porque minha tia iria se decepcionar comigo se eu voltasse para casa sem utilizar o cartão de crédito. rs

Lá fui eu de novo para o showroom, com minha listinha de prioridades nas mãos. Rodando tudo, eu tinha certeza de uma coisa: eu não compraria nada perto do valor estipulado. Se para colecionadores, gastar R$800,00 já é muito, imagina em um presente.

Estabeleci um teto mental (hahaha) e já que meu aniversário é dois dias antes do Natal, já marquei que esse gasto seria o presente da minha tia para o Aniversário e para o Natal.

Voltei e comprei duas bonecas também na wishlist há milênios:

1) Barbie Doll As Heidi Klum

Adoro a Heidi Klum desde pequena. Para mim, uma das mulheres mais lindas do mundo. Acredito que a homenagem da Mattel foi justíssima.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Esse foi meu presente de aniversário! hehehe

2) Superman Returns Lois Lane Barbie Doll

Gente, essa boneca foi “o” achado. E eu tenho que agradecer ao André, do My Barbie Doll, que foi fundamental para meu convencimento. rs

Na verdade, eu não curto bonecas deboxed. Todas as minhas playlines não são guardadas em caixas (aliás, jogo fora as caixas). Mas gosto de comprá-las novas. Então, para mim, foi uma “novidade” ver várias bonecas sem caixa sendo disputadas a tapa por vários colecionadores.

Olhando sem compromisso algumas deboxed no stand do Doll Collector, me deparei com uma doll da atriz Kate Bosworth, conhecida por ter participado dos filmes Onda dos Sonhos, Encontro com seu Ídolo e Quebrando a Banca.

Explico: além de linda, a Kate tem uma característica muito particular: ela tem um olho de cada cor! Esse fenômeno é chamado de heterocromia. A Kate tem o olho esquerdo azul e o direito é mel. Observando bem, dá para ver que só uma parte do olho direito é escuro, o que configura uma heterocromia parcial.

A boneca tinha o cabelo escuro e eu não conseguia me lembrar de qual filme que poderia ser (ela é loira e costuma atuar com o cabelo bem claro também).

Crédito da imagem: Fan Share

Crédito da imagem: Fan Share

Só que, estranhamente, eu não lembrava de nenhuma Collector com a cara dela (o face mold ainda não identifiquei, por sinal).

No mesmo instante, fiquei louca, mas eu não tinha nenhuma informação da doll, apenas que era da Kate em razão da pintura dos olhos. O André, que estava ao meu lado nessa hora, me esclareceu que era a Lois Lane, que ela não era da linha Collector e que estava com a roupa toda original. Nem precisei pensar mais: já tinha uma nova meta para a coleção.

Esse foi meu presente de Natal da minha tia. E pelo fato de não ter caixa, o preço era bem mais razoável. Valeu muito a pena.

Para quem não conhecia essa doll, como eu, vale a pena, viu? Acredito ter sido uma compra inesperada, mas que eu amei ter encontrado. Acho que foi destino! 🙂

A pintura dos olhos que mexeu com o meu coração:

Crédito da imagem: Ebay UK

Crédito da imagem: Doll Collector

A Kate Bosworth como Lois Lane:

Crédito da imagem: Spike.com

A roupa

Crédito da imagem: Doll Collector

Crédito da imagem: Fan Pop

O que acharam? Linda, não?

E agora com a lista completa, gostaram das aquisições da Convenção?

Anúncios

IV Convenção Barbie Brasil – Show Room e Compras – parte 1

Olá, queridos!

Ando sumida, mas não abandono o blog!

Como eu tenho muitas novidades na minha coleção, quero ir adicionando por ordem de aquisição.

Um dos melhores momentos da Convenção foi a abertura do show room.

Bom, imagine um local com várias Barbies… Bom, essa parte vocês podem alegar que qualquer loja tem várias Barbies… E é verdade! Mas completamente diferente. rs

O showroom da Convenção só tinha vendedores tops, com várias raridades (mesmo!) e bonecas desejo.

Sabem aquelas dolls que estão na wishlist há tempos, mas você nunca viu pessoalmente e já perdeu a esperança em adquirir? Pois é, estavam todas lá! hahaha

Cheguei a passar mal com tanta opção!

A loucura dos colecionadores era muito grande! Parecia que haviam soltado a boiada!

Crédito da imagem: Facebook Museu Encantado

Crédito da imagem: Facebook Museu Encantado

Se me contassem que estavam distribuindo bonecas, eu acreditaria, tamanho o alvoroço!

Bom, diante de tanta novidade e pouco dinheiro, olhei todas as lojas e fiz uma lista das dolls que sempre quis ter , meu orçamento e minhas prioridades.

A lista começou com cerca de 25 bonecas. Ao invés de comprar que nem uma louca no sábado, deixei para dormir sonhando (para ter certeza das quais queria) e reduzi minha lista final.

Vale aqui colocar um parênteses: minha tia/madrinha estava hospedada em casa nesse final de semana e depois de tanta excitação falando dos meus planos de compra, ela me perguntou se R$800,00 dava para comprar algo. Obviamente, que era mais ou menos o que eu tinha planejado gastar ao todo. Pois bem, ela me antecipou um presente de Natal: me passou o cartão e a senha dela e disse que eu poderia gastar até R$800,00. Não é a melhor tia do mundo? Ah, minha mãe não poderia saber, porque aí viria bronca da grande, né?

No dia seguinte, saí com o cartão e sem planos de usá-lo.

Ainda bem que esperei! Na abertura do showroom, várias lojas estavam com descontos bem decentes (Eba).

Bom, aqui vai minha lista de aquisições (muito pensadas!):

1) M·A·C Barbie Doll

Acho fantástica. Essa boneca esgotou nos EUA em menos de 24 horas e nunca veio ao Brasil. Estava na listinha desde o começo! Não acredito ainda que comprei!

Crédito da imagem: Barbie Collector

Gata!

2) Diane von Furstenberg Barbie Doll

Essa sempre quis ter! Sou fã dos wrap dresses dela, para não falar da linha de jóias da H. Stern. Quando vi o review do Model Muse Barbie, meu desejo de tê-la na minha coleção só aumentou! 🙂

Crédito da imagem: Barbie Collector

3) The Secretary Barbie Doll

Essa nunca fez parte da minha listinha. Mas os preços das Silkstones estavam altíssimo e fiquei encantada com ela quando vi pessoalmente. Achei uma das melhores compras!

Crédito da imagem: Barbie Collector!

Fiquei muito satisfeita com minhas aquisições. Amanhã conto minha decisão sobre a utilização do cartão da minha tia!

Deixem seus comentários! Beijos

IV Convenção Barbie Brasil – A Casa dos Sonhos

A IV Convenção Barbie Brasil 2013 começou com uma apresentação da Paty Prisce e do Carlos Keffer (que foram super fofos e queridos durante todo o evento).

Crédito da imagem: Facebook Museu Encantado

Logo depois, o Carlos palestrou sobre o tema da Convenção: “As Casas dos Sonhos Através dos Tempos”.

E foi uma viagem mágica ao longo dos anos, mostrando a Barbie realizando o sonho da “casa própria” e as várias mudanças de endereço.

Conforme o telão mostrava as fotos das casas, cada colecionador lembrava aquela de sua infância, com a qual havia brincado ou apenas desejado através dos catálogos que vinham com as Barbies (meu caso).

Os suspiros, então, eram muitos, assim como as lembranças. Bons tempos!!!

O Carlos Keffer, de forma bem didática, resumiu bem e mostrou imagens de todas as casas da Barbie, além do contexto histórico de cada uma.

Palestra Carlos Keffer

Palestra Carlos Keffer

Em complemento ao que foi falado na palestra, foi montada uma exposição no lounge, com todas as diferentes casas que a Barbie já morou.

A Barbie, criada em 1959, só foi ter a primeira casa em 1962. Toda feita em papel duro, era composta por sala e quarto e já tinha detalhes fofos: armário, penteadeira, televisão embutida no rack e estante. Atenção para o porta retrato do Ken na estante e para o disco do Sinatra na mesinha de centro.

 

Casa de 1962

Casa de 1962

Anos depois, a Mattel criaria o Sinatra em forma de boneco, além de um giftset com a Barbie e o Sinatra. Ou seja, A Barbie sempre foi groupie do “The Voice”/”Blue Eyes”.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Crédito da imagem: Barbie Collector

Até se vestir igual ela já se vestiu.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Em 1963, foi lançado o Ateliê da Barbie, que era visitado pela Barbie juntamente com a amiga Midge, lançada naquele ano.

Ateliê da Barbie

Ateliê da Barbie

Em 1965, a prima mod da Barbie, Francie, também ganhava a sua casa, com vários elementos psicodélicos e coloridos, que mais tarde seriam utilizados na casa da Barbie também.

Casa da Francie

Casa da Francie

A Casa Divertida da Barbie, de 1970 e relançada em 1972, trouxe mais uma andar e 6 cômodos, para maior conforto da Barbie.

Casa Divertida da Barbie

Casa Divertida da Barbie

Aliás, amo esse Ken!

Ken e Barbie pegando um solzinho

Ken e Barbie pegando um solzinho

Já a Casa de Três Andares da Barbie marcou gerações. Foi o início das casas enormes, que ocupavam um espaço grande nos quartos das crianças que tinham o brinquedo.  Foi lançada em 1974 e vendida até 1979. Em 1984 foi relançada e em 1988 voltou a ser vendida.

Eu lembro de visitar amiguinhas e todas as Barbies e Kens ficarem sentadinhos dentro da casa.  Eu era obcecada com o elevador. 🙂

Casa de Três Andares da Barbie

Casa de Três Andares da Barbie

Já a Linda Casa Dobrável da Barbie (1996) supria bem quem não tinha tanto espaço assim em casa . Os assessórios já ficavam embutidos nas paredes e já demonstravam a tendência de diminuição de ambientes e de praticidade.

Casa Dobrável

Casa Dobrável

Contudo, como a Barbie não pertence ao mundo real e não precisa ser prática (ainda bem!), ela se muda para mais algumas casas ao longo desses anos e deixa por último a obra-prima da arquitetura: A Casa Dos Sonhos da Barbie, de 2012.

Essa Mansão é realmente enorme (só para caber o closet, precisa mesmo ser) e preenche o sonho de qualquer um (seja de carne e osso ou de plástico).

Dreamhouse - Casa dos Sonhos da Barbie

Dreamhouse – Casa dos Sonhos da Barbie

Conforme já disse nos posts anteriores, a série e toda a linha Life in the Dreamhouse foi o maior acerto da Mattel nesse século. Movimentou o mercado, criou desejo e preencheu um vazio da playline que já seguia por algum tempo.

Tanto é assim que agradou crianças e adultos.

Bom, esse é só mais um dos posts preparados especialmente em razão da Convenção. Espero que estejam gostando!

The Barbie Look Collection – 2014

Hoje a Mattel antecipou 4 bonecas que farão parte dos lançamentos em 2014, todas da linha The Barbie Look Collection.

As dolls estão bem caprichadas, me apaixonei por todas, mas em especial pela negra e pela loira de macacão azul bic.

Vamos dar uma olhada nos protótipos?

A loira de vestido pink pode parecer a mais comum e tem um “quê” de playline. Mesmo assim, tenho que dar a mão à palmatória e concordar que ela ficou bem bonita e nada infantil, apesar da cor escolhida.

Aqui, a The Barbie LookCollection – Pink Gown.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Já a morena de vestido verde piscina (para mim ainda parece azul) está com rosto e penteado muito bonitos, mas a roupa simplesmente não tocou meu coração.

The Barbie LookCollection – Green Dress lembra bastante inclusive, a morena de vestido de tricô off white da primeira leva da coleção.

Crédito da imagem: Barbie Collector

 

A The Barbie LookCollection – Gold Gown é maravilhosa!!!! Cabelo incrível, com vários tons de mel e dourado, em perfeita harmonia com o vestido. Quero para ontem!

Crédito da imagem: Barbie Collector

Por fim, a loira platinada é muito deusa! Amei a geometria da franja, combinada com o tipo de brinco escolhido, também geométrico.

Além disso, a roupa mais original é a dela. Acredito que a The Barbie LookCollection – Blue Jumpsuit arrasou!

Crédito da imagem: Barbie Collector

Em resumo, gostei de todas. Bonitas, com preço muito bom (19 dólares no Barbie Collector), menor do que as outras da mesma coleção começaram a ser vendidas. Na época, custavam 24 dólares. Quem sabe esse seja um sinal de mudanças e de posicionamento?

A opção por looks mais festivos é um pouco cansativa, porque sabemos que o guarda da roupa da Barbie já está repleto de vestidos longos e faltam looks do dia a dia, que são os meus favoritos.

Já o macacão roubou a cena, porque apesar de arrumado, é um visual mais moderno, perfeito para uma balada.

Se fosse para comprar agora, acho que escolheria a loirinha platinada e a negra. Tenho uma verdadeira queda por morenas, mas a roupa da Green Dress não ajudou tanto.

O que vocês acharam desse lançamento? Bom sinal para a linha 2014? Será que os preços vão voltar à realidade? Muitos questionamentos…

 

Completei a coleção LITD

Estou super feliz!!!!

Comprei a Barbie Life in the Dreamhouse Nikki Doll e completei todas as que eu queria da linha (Barbie e Ken não são minha prioridade).

 

Crédito da imagem: Barbie Collector

Agora é se preparar para a Convenção de Colecionadores, que começa no sábado!

Quem mais vai estar presente?

 

Novas aquisições – parte 2

Aproveitando o período de promoções da Mattel, adquiri hoje, nas Lojas Americanas, a Barbie Life in the Dreamhouse Teresa Doll

Crédito da imagem: Barbie Collector

 

e a Barbie Life in the Dreamhouse Summer Doll

Crédito da imagem: Barbie Collector

 

Já fazia tempo que as duas estavam na wishlist, mas as prioridades eram tantas. Como o preço baixou bastante, achei que era a hora certa.

Vale lembrar que são bonecas com cílios enraizados e que possuem roupa extra, o que agrega bastante valor à doll.

Na realidade, a que eu mais queria era a Nikki, mas ainda não a encontrei com a remarcação de valores, então vou esperar mais um pouco.

A Barbie Life in The Dreamhouse simplesmente não me interessou. Tanta coisa a ser comprada que é a última das minhas prioridades (e olha que acho bonitinha, pelo fato de ter cílios enraizados).

E vocês? Planejam aproveitar a promoção?

 

Serviço:

Linha Barbie Life in the Dreamhouse:

Ri Happy, Lojas Americanas e Walmart: R$51,99

Stephen Burrows Alazne™ Barbie® Doll

A parceria da Mattel com o designer Stephen Burrows iniciou-se com a boneca Pazette e, até o momento, ainda não foi divulgado quantas dolls serão lançadas.

O renomado estilista,  que é conhecido pelo desenho revolucionário, foi o primeiro designer afro americano a obter reconhecimento internacional e, mesmo nos dias de hoje, ele recebe inúmeras homenagens e prêmios.

Dei uma olhada no site dele e não existe nenhuma atualização relevante desde 2011. O twitter pessoal também é bastante genérico e não apresenta novas coleções. Ao depois, descobri que ele não possui fundos para elaborar novas peças, apesar de várias tentativas não muito bem sucedidas nos últimos anos de retomar seu lugar na cena fashion.

Diante disso, a parceria já apresenta mais um aspecto de homenagem do que de relevância ou impacto que ele apresente como designer atuante, o que, a princípio, já é um pouco preocupante.

Stephen Burrows AlazneBarbie® Doll é um dos últimos lançamentos da Mattel para 2013.

Crédito da imagem: Barbie Collector

Vamos à avaliação da doll?

Cabelo: difícil dizer alguma coisa. Pela foto dá para notar que é escuro. E só. Até mesmo imagens reais ainda não divulgaram o que existe por baixo do assessório de cabeça.

Corpo: Model Muse, com o braço direito flexionado e o braço esquerdo reto.

Rosto: Acho lindo o molde Pazette. Aliás, a Mattel poderia se decidir sobre a forma como vai chamar os diferentes moldes e uniformizar a esquematização disso. Cada hora o site passa uma informação sobre as dolls. Por isso é que tantos colecionadores discutem sobre os moldes de rosto. Simplesmente não há consenso. No Dolls Details da Alazne, a Mattel coloca como facial sculpt o nome de Stephen Burrows. Ou seja, a própria Mattel consagra o uso de uma forma e depois modifica o nome ao seu bel-prazer. Haja paciência!

Maquiagem: só vou repetir o que já foi muito falado: muito parecida com a Tribal Beauty. Aliás, para quem não liga para roupas, não teria o menor sentido adquirir ambas, em razão da semelhança entre as makes.

Numa postagem de hoje, o Igor do Model Muse Barbie, colocou imagens reais da doll e ainda mostrou diferenças do protótipo.  

Ao que parece, a Mattel se deu conta das reclamações dos colecionadores e tirou a pinta e o batom coral e pintou a boca com uma cor mais puxada para um rosa.

Ainda assim, acho que quem possui a Tribal Beauty não necessariamente vai adquirir a Alazne.

Roupa: Não gostei não. O corte é até bonito, mas não gostei nem do tamanho do paetê e nem da cor. A luva e o decote são até bonitos e imaginar essa roupa em um tecido nobre em uma cor decente dá até tristeza pelo que poderia ter sido. Infelizmente, acho que erraram no dress.

Assessórios: o Assessório de cabeça é estiloso, mas seria bom conhecer também o cabelo. A luva até que ficou bonita e as argolas são maravilhosas. Sapato também não dá para saber.

Conclusão: Não compraria. Acho bonita, mas não o suficiente para pagar o preço.  Dentre as Pazettes, a mais bonita é a própria Pazette original e eu também gosto muito da Holiday 2013.

Também pelo fato de só ser vendida pela internet, acredito que ainda demore bastante tempo para que ela se esgote.

E vocês? Colocaram a Alazne na wishlist?